Image Map A Providência: FILME: MR. NOBODY    

FILME: MR. NOBODY



Diretor: Jaco Van Dormael
Elenco: Jared Leto, Diana Kruger, Sarah Polley, Juno Temple e Toby Regbo
Ano: 6 de novembro de 2009
Gênero: Ficção e drama
Custo: $47,000,000
IMDb: 7,9

Olá, caros recrutas. O filme de hoje é doideira. Não vou mentir. É confuso e complicado, mas ao mesmo tempo simples. Eu estou falando de “Mr. Nobody” ou “Sr. Ninguém". Esse movie zika, trás uma rica trama, tanto em conhecimento, quando em diversão. Eu poderia dizer que vai encher seus olhos de lágrimas, seja de felicidade, como também de tristeza. Você vai acabar notando uma diferença depois que assistir esse filme. A capacidade como ele vai dar um chacoalhe em você, é o que torna Mr. Nobody em um filme, que para mim, merecia sim um Oscar.

A trama começa com Nemo Nobody falando sobre “A Superstição do Pombo”, onde ele se pergunta o porquê dele merecer algo. Esse algo fica transparente, então não é aparente ver no início do movie. A história conta com atores incríveis, como o genial Jared Leto (Clube de Compras Dallas) no papel de Nemo, Diana Kruger (Plano B), Sarah Polley (Trigger), Juno Temple (Malévola), Toby Regbo (Harry Potter e as Relíquias da Morte), além do menininho que faz o Mr. Nobody quando pequeno. Esse elenco, junto com a incrível direção de Jaco Van Dormael, transmitam mensagens de vida, superação, amor, escolhas e dimensões temporais ou realidades alternativas. Sim, galera. É isso mesmo.

Sabe aquela “A Superstição do Pombo do início”? Ele se pergunta o porquê de merecer o que passa. Sabe por quê? Pelo simples fato dele não saber quem é e ao mesmo tempo saber. É, recrutas, eu não estava brincando. O Sr. Ninguém passa por experiências de escolhas e de consequências. O filme todo só a dúvidas. Perguntas e mais perguntas são feitas e nenhuma é respondida. Quando você pensa que o filme está no momento “crazy and amazing”, eis que surgi uma nova cena, totalmente diferente da outra. Ou até mesmo uma continuação da outra como se fosse uma modelagem da cena. Complicado? Ainda não viu nada.


A primeira cena depois do experimento com o pombo é o Nemo com o que parece ser um psiquiatra do futuro. Ele faz diversas perguntas para o Senhor de 117 anos. Sim, galerinha. O Mr. Nobody primeiramente tem 117 aninhos. Mas como assim, ele vai contar a história? Bem, ele poderia se soubesse. Enfim... Lembram que eu disse que o filme fala sobre dimensões temporais? Pois é. Agora entra essa parte. 


O psiquiatra do futuro, denominado assim por mim, utiliza de hipnose para fazer com que o velhinho amado do filme tente se lembrar de sua vida passada. É importante ressaltar que nesse futuro, ninguém mais morre e que o Nemo é o último ser humano mortal, ou seja, ele vai ser o último humano a morrer. Mas continuando, a experiência começa a dar certo e o Mr. Nobody começa a tentar se lembrar do que poderia ser seu passado, onde parece que ele foi muito além da vida, começando pela escolha.  Essa escolha é retratada como um local cheio de crianças de pelo menos 2 a 3 anos de idade, onde se juntam todas para serem tocados nos lábios por um Anjo, para esquecerem do que viram nesse “local”. Porém nenhum Anjo toca na boca de Nemo, o que faz teoricamente, o garoto lembrar-se de tudo.

Logo, o garoto passa a ter várias vidas, onde o surgimento de uma depende da próxima escolha do Sr. Ninguém. Um exemplo disso é bem claro quando os pais de Nemo estavam na estação de trem, esperando uma escolha do garoto para saber com qual dos dois ele ficaria. Teoricamente ele ficou com ambos. Uma parte do movie retrata sua vida com sua mãe e as escolhas que ele fez a partir disso. Outra parte mostra sua vida com seu pai e assim o filme se desenrola.

Outra situação super zika no filme, que basicamente, afeta diretamente os destinos do Nemo, é a escolha de suas namoradas. Entre elas está à linda e loira Elise, que tem sérios problemas de controle de suas emoções. A fogosa e husky Anna, que tem uma personalidade mais selvagem e que faz a vida sexual de Nemo mais agitada. E por final, a asiática, linda e carinhosa Jean, que é a garota que torna as ambições do Mr. Nobody em realidade. Ou quase isso.
Não vou contar nada da parte que acontece com eles, pois uma grande parte do filme irá contar isso e vocês vão sentir as emoções de cada relacionamento que o Nemo teve. São elas que transformam o filme em um universo empático.

Outra prova do poder de escolha do Mr. Nobody é quando ele está na praia com sua “colega” Anna e algo de bastante curioso acontece. Nemo fica isolado do resto da turma, enquanto a garota se aproxima e tenta fazer contato com o garoto. Sim, gente. Nesse momento é garoto. Depois explico isso. E nessa cena, Anna o chama para ir nadar com ela e seus amigos. A resposta dele é simples. “Não vou nadar com idiotas”. Apenas isso fez uma alteração bastante gigantesca nessa dimensão, em que Nemo e Anna não ficam juntos. No entanto, mais a frente, ele “volta” ao passado novamente e repete a cena. Só que dessa vez ele não fala essa frase, e apenas diz que não sabe nadar. E a mágica acontece. Eles ficam juntos. Mas isso depois de uma série de acontecimentos.


Agora voltando a essa questão garoto/adulto/velho, não tem um padrão para dizer qual dos três ele vai ser. Como já disse antes, o filme é bastante complicado, onde ele volta em diversas cenas em que ele é adulto, um garoto de 9 ou 16 anos, ou então um velho de 117 anos. Melhor dizendo, ele sempre sabe o que vai acontecer, mas não sabe o que aconteceu. O filme é bastante óbvio nisso. Ele se lembra do futuro, porém não sabe o passado, pois as várias dimensões que ele habita se tornaram apenas uma. Então tudo pra ele aconteceu. Como já dito no início da postagem.

Outra parte que eu curti horrores foi quando ele conta “O sonho do urso”. Nesse sonho, um homem pré-histórico e sua mulher pré-histórica, estão em sua linda caverna, quando um urso aparece e ele acaba perdendo a mulher. Logo, ele utiliza esse sonho para explicar sua vida com uma de suas namoradas, que eu não vou dizer quem é, para retratar que tudo que ele faz acaba em um desastre. Quase chorei por causa dessa dimensão.

Para acabar, eu gostaria de dizer que o final é o “fucking” ponto do filme. Ele diz o porquê de tudo isso acontecer, o porquê de apenas se lembrar de um passado incerto e o porquê de Mr. Nobody acordar de repente velho, e sendo o homem que não existe. Então é a parte crucial do filme. E guarde o que eu digo agora. Quando ele acabar, você vai ficar se perguntando o que aconteceria com sua vida se tivesse feito uma escolha diferente daquela, e também o motivo do final ser incrível.

Bom, é isso recrutas. Essa foi a postagem sobre o movie “Mr. Nobody”, onde você fará a escolha de assistir ou não. Mas eu recomendo em 5 estrelas que é “amazing”. Até a próxima matéria. 


TRAILER:



9 comentários:

  1. Querido, você escreve muito bem! E sobre filmes, paixão né?! Ótimo, ótimo, parabéns! <3

    www.chadefirulas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado :). Paixão, aquela coisa mais ardente, kkkk.

      Excluir
  2. Estou apaixonada pelo seu blog.
    Que cabeçalho é esse :oooo
    LINDOOO!


    www.raaymilhomem.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário só me deixa mais feliz, muito obrigado. Que bom que gostou do cabeçalho. :)

      Excluir
  3. Cara que descrição incrível, estou desesperado para assistir este filme. Palmas pra você Neto, você as merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Emerson. O filme é realmente incrível, você vai adorar.

      Excluir
  4. Neto confesso que ainda não tinha ouvido falar desse filme e olha que ele nem é novo né (rs)
    Gostei do enredo e como você diz ele parece ser bem zika e bem louco.
    Pretendo assistir, gosto das atuações do (gato, perfeito e maravilhoso, chega né?!) Jared Leto.
    Quando assistir te conto o que achei.
    Beijo
    http://www.livricios.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele, infelizmente, não é tão conhecido no Brasil, mas não deixa de ser incrível. O Jared fez uma de suas melhores atuações até agora nesse filme. E espero que assista e me conte o que achou.

      Excluir
  5. Neto confesso que ainda não tinha ouvido falar desse filme e olha que ele nem é novo né (rs)
    Gostei do enredo e como você diz ele parece ser bem zika e bem louco.
    Pretendo assistir, gosto das atuações do (gato, perfeito e maravilhoso, chega né?!) Jared Leto.
    Quando assistir te conto o que achei.
    Beijo
    http://www.livricios.com/

    ResponderExcluir